Gleisi encara o PSB 😡 e defende Candidatura de Marília Arraes em Recife 🚗

BR 247 – A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann, saiu em defesa nesta quinta-feira (13) da candidatura da também deputada Marília Arraes à Prefeitura do Recife (PE) e rebateu o ataque feito pelo presidente do PSB, Carlos Siqueira, que afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que o partido não irá apoiar o Partido dos Trabalhadores “em lugar nenhum nestas eleições”. 

PUBLICIDADE:

SEGUE >>>

 >“Foi pensando no Brasil que o PT abriu mão de lançar Marília Arraes e apoiou o PSB ao governo de Pernambuco em 2018. Mas parece que para o PSB a esquerda só pode se unir se apoiar o candidato deles à prefeitura do Recife”, postou Gleisi no Twitter. 

A postagem de Gleisi veio na esteira da declaração feita por Siqueira de que “entre o PT e o Brasil, o PT sempre ficou consigo mesmo, é o vetor da divisão na esquerda. Não estaremos com ele em lugar nenhum nestas eleições”. Nas eleições de 2018, contudo, o PT abriu mão da candidatura de Marília ao comando do Executivo estadual e apoiou a reeleição de Paulo Câmara (PSB).

Para este pleito, porém, parte do PT pernambucano vinha defendendo que a legenda mantivesse a aliança com a sigla socialista, inclusive apoiando a candidatura do PSB no Recife. No dia 31 de julho, porém, a direção nacional da sigla confirmou o nome da parlamentar na disputa recifense. 

Atualmente, o PSB tem o deputado federal João Campos – filho do ex-governador Eduardo Campos – como pré-candidato. O nome do parlamentar não tem enfrentado resistências internas significativas e ele deverá ser confirmado como o candidato do partido nas convenções partidárias, que ocorrerão entre 31 de agosto e 16 de setembro.

Nobre; Gonzaga Patriota ressalta protagonismo de Eduardo Campos e Miguel Arraes na política pernambucana

A trajetória política de Eduardo Campos e Miguel Arraes foi lembrada, nesta quinta-feira (13), pelo deputado federal Gonzaga Patriota (PSB). O parlamentar fez uma homenagem à memória desses dois políticos pernambucanos e destacou o legado deixado por ambos, principalmente para Pernambuco. Para Patriota, Eduardo Campos foi um dos mais preparados líderes políticos do Brasil.

Blog do Jessé Aciole: Arraes e Eduardo Campos vive!
(FOTO: REPRODUÇÃO)


“Nesta quinta-feira (13), data em que o Brasil perdeu o ex-governador de Pernambuco e ex-presidente do PSB Eduardo Campos,  traz à memória o legado deixado pelo socialista que foi um dos mais preparados líderes políticos do Brasil. No momento em que o país supera a triste marca das 100 mil mortes, causadas pela gestão catastrófica do governo Bolsonaro diante da crise da pandemia de coronavírus, o exemplo de Eduardo de luta por uma sociedade mais justa e sua expectativa de ver um Brasil melhor servem de inspiração aos que não desistem de buscar dias melhores”, comenta.


Gonzaga Patriota afirmou que Eduardo Campos foi protagonista na implantação de um modelo de gestão que teve como resultado programas sociais eficientes e reconhecidos internacionalmente.

Gonzaga Patriota lembra aniversário de 55 anos de Eduardo Campos ...


“No governo de Pernambuco, Eduardo Campos implantou uma agenda progressista na área social, invertendo prioridades do Estado, e garantindo alto impacto social com programas como o Pacto pela Vida, o Mãe Coruja Pernambucana, o Todos por Pernambuco e o Chapéu de Palha Mulher. Os três últimos reconhecidos internacionalmente.

Mas foi a educação pública sua contribuição política mais relevante, com recordes de investimento e iniciativas inovadoras no país como a remuneração extra aos professores que obtivessem melhor desempenho de seus alunos”, lembra o deputado que destacou também que o empenho do ex-governador transformou a educação do Estado.

Gonzaga Patriota


“O fato de hoje Pernambuco contar com a maior rede de educação em tempo integral do Brasil e liderar nacionalmente no critério de horas/aula, com média de 5,6h por dia, é outro resultado do empenho de Eduardo Campos em proporcionar uma educação pública de qualidade em seu Estado. A Educação Integral em Pernambuco tornou-se Política Pública de Estado em 2008”, disse.


Então candidato à Presidência da República, Eduardo faleceu aos 49 anos, em um acidente aéreo, em Santos, no mesmo dia da morte do seu avô, Miguel Arraes, que também governou o Estado. Arraes faleceu aos 88 anos, em 2005, no Recife, em decorrência de um choque séptico causado por infecção respiratória, agravada por insuficiência renal.
O deputado recordou a história de Miguel Arraes e ressaltou que o ex-governador foi o responsável pela criação do Partido Socialista Brasileiro (PSB)

Irmão de Eduardo Campos elogia ACM Neto e critica parte do PSB ...
Foto: Direção (PSB)


“Miguel Arraes de Alencar, de 88 anos, nasceu em Araripe, no Ceará. Filho de pequenos agricultores estudou direito no Rio de Janeiro, mas concluiu o curso no Recife. Começou a carreira política em 1947, como secretário da Fazenda de Pernambuco. Três anos depois, foi eleito deputado estadual pelo Partido Social Democrático. Em 1964, Arraes foi cassado e preso pelos militares e se exilou na Argélia. Só voltou ao Brasil em 1979 com a lei da anistia. Em 1982, foi eleito deputado federal.

Quatro anos depois, governador de Pernambuco, pela segunda vez. Em 1990, deixou o PMDB e criou o Partido Socialista Brasileiro. De 1994 a 1998 governou o estado de Pernambuco, pela terceira vez. Pernambuco jamais esquecerá esses filhos ilustres que muito fizeram pelo seu povo”, conclui.

ST: Centro de Hemodiálise quase pronto ‘Covid-19: Atrasou a Demanda’

Com entrega prevista para junho deste ano, o Centro de Hemodiálise de Serra Talhada ainda luta para a conclusão das obras. Em conversa com o Farol de Notícias, Dr. Clóvis Carvalho, informou que esteve em uma reunião em Recife a semana passada para definir a compra de alguns equipamentos da unidade de tratamento que está orçada em pelo menos R$ 2 milhões.

“Estrutura pronta, piso pronto, hidráulica e elétrica terminando. Vamos começar pintura e gesso. Porém com a COVID teve muito atestado de trabalhadores e atraso não entrega de serviços. Acredito que mais de 80% pronto e todos os equipamentos estão sendo adquiridos. Vamos correr, mas sem perder nem um pouco da qualidade”, ratificou o médico responsável pelo empreendimento de saúde.

O serviço terá convênio com o governo municipal  e deverá atender a demanda de pelo menos 115 pacientes  de toda a região. Quando estiver de portas abertas, o Centro de Hemodiálise deverá gerar pelo menos 80 empregos diretos .

👀

FOTOS: DO ANDAMENTO DA OBRA

FONTE: FAROL DE NOTICIAS COM EDIÇÃO DE MANU SILVA (AO) BLOG NETO GAIA.

ST: Centro de Hemodiálise quase pronto ‘Covid: atrasou obra’

Com entrega prevista para junho deste ano, o Centro de Hemodiálise de Serra Talhada ainda luta para a conclusão das obras. Em conversa com o Farol de Notícias, Dr. Clóvis Carvalho, informou que esteve em uma reunião em Recife a semana passada para definir a compra de alguns equipamentos da unidade de tratamento que está orçada em pelo menos R$ 2 milhões.

“Estrutura pronta, piso pronto, hidráulica e elétrica terminando. Vamos começar pintura e gesso. Porém com a COVID teve muito atestado de trabalhadores e atraso não entrega de serviços. Acredito que mais de 80% pronto e todos os equipamentos estão sendo adquiridos. Vamos correr, mas sem perder nem um pouco da qualidade”, ratificou o médico responsável pelo empreendimento de saúde.

O serviço terá convênio com o governo municipal  e deverá atender a demanda de pelo menos 115 pacientes  de toda a região. Quando estiver de portas abertas, o Centro de Hemodiálise deverá gerar pelo menos 80 empregos diretos .

FOTOS: DO ANDAMENTO DA OBRA👀

FONTE: FAROL DE NOTICIAS COM EDIÇÃO DE MANU SILVA (AO) BLOG NETO GAIA.

GOIÁS: Caiado faz Exoneração em Massa na Equipe de Comunicação

O governador Ronaldo Caiado decidiu exonerar praticamente toda a sua equipe de assessoria de comunicação e imprensa. Foram seis exonerações, conforme publicação no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (13/8). Alguns nomes com nomeação confirmada em outras pastas do governo, outros não.

Conforme o Diário Oficial, foram exonerados  Raphael Santana Borges, da chefia de Gabinete da Secretaria de Comunicação; Fagner Ribeiro Pinho, da Superintendência de Imprensa; Deusmar Barreto, da chefia da Comunicação Setorial da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad); Érika Machado Lettry, da assessoria especial de imprensa do governador; Gabriel Justino, da assessoria da Secretaria de Administração (Sead) e Rafael Xavier Silva, da chefia da Comunicação Setorial do Departamento Estadual de Trânsito, o Detran.

PUBLICIDADE:

>Boa parte dos exonerados foram recolocados em outras pastas. Deusmar, que sai da chefia da Comunicação Setorial da Semad, foi nomeado para a Superintendência de Imprensa, no lugar de Fagner Ribeiro. Érika foi nomeada chefe da Comunicação Setorial do Detran. Gabriel, que sai da assessoria da Sead, agora irá para a chefia da Comunicação Setorial da Semad. Já Rafael, deixa a chefia da Comunicação do Detran para assumir a chefia de Gabinete da Secretaria de Comunicação.

Além disso, Caiado nomeou Mayone Pires de Melo, que já foi secretário parlamentar do deputado federal e ex-líder do governo Bolsonaro na Câmara, Vitor Hugo, como assessor A5 da Sead.

(FONTE: Dia Online Ao Blog Neto Gaia)

SERRA TALHADA: Vereadores rejeitam Retorno às aulas & apontam Riscos😷😷😷

Durante a sessão da Câmara de Vereadores dessa segunda-feira (10), o tema mais debatido entre os vereadores foi o retorno escolar e o grande número de casos da Covid-19 no município. O vereador José Raimundo iniciou a discussão afirmando que não concorda com o retorno das atividades escolares.

“Sou literalmente contra a volta às aulas presenciais em nosso município. Se o número de casos está alto entre os adultos, imagine se mandarmos nossas crianças para a escola. Nós não temos estrutura para isso”, disse o vereador que acredita na possibilidade de realizar 2 anos escolares no próximo ano.

PODCAST: Ouça a entrevista do vereador Antônio de Antenor nessa ...
(Vereador Antônio de Antenor )

Concordando com José Raimundo, o vereador Antônio de Antenor afirmando que os jovens ainda não se atentaram para o perigo da doença. “As crianças e jovens não têm ideia do quanto a Covid-19 é perigosa. Se já ficamos até agora sem aulas presenciais, podemos esperar mais um pouco, para que seja mais seguro para todos”, disse Antônio.

Vereador Nailson Gomes emite nota sobre comentários acerca do ...

Gomes, também concorda que esse retorno é prematuro. “Não sabemos como está a nossa curva de declínio, se já estamos nela ou se ainda estamos distantes. Hoje, nossos professores não têm condição de dar aula e cuidar das crianças com relação aos cuidados de biossegurança”, afirma o líder do governo.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é foto-1-manoel-enfermeiro-assume-interinamente-a-prefeitura-de-serra-talhada-foto-wellington-junior.jpg
(O presidente da Casa nobre; Manoel Enfermeiro: reforça que > Serra Talhada está passando por um período difícil ‘para concessão’)

Mesmo com todas as ações e cuidados, por parte do governo municipal, os números só crescem” e alertou a população a procurar as unidades de saúde, caso tenham alguns sintomas da doença. “Procure um posto de saúde, se você ou alguém da sua família apresentarem sintomas. Se cuidem!”, finalizou.

FONTE: FAROL DE NOTICIAS (FOTO: CORTESIA)

PT🛑 EM FOCO🎤🥊: Militantes pró-democracia lutam na Justiça por anulação do processo de afastamento de Dilma

Militantes pró-democracia lutam na Justiça por anulação do processo de afastamento de Dilma há mais de dois anos. Ação Popular assinada por 100 mil pessoas reforça a farsa do Congresso ao afastar a presidenta sem crime de responsabilidade, mas denúncia foi negada por juiz, cuja atuação é suspeita por parcialidade. Ele participou de protestos contra a chefe de Estado ainda em 2016 e impediu Lula de tomar posse como ministro da Casa Civil

Um grupo de ativistas pró- democracia e militantes do PT luta há mais de dois anos, na Justiça Federal, contra o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, que completa quatro anos no final de agosto. Numa ação popular que reuniu a assinatura de mais de 100 mil pessoas, os ativistas em defesa da democracia pediram a anulação do impeachment, mas foram surpreendidos, em julho, com a extinção do processo. O problema é que a ação foi extinta por decisão do juiz federal Itagiba Catta Preta, sob a alegação de que o mandato da Dilma terminou e Jair Bolsonaro foi eleito em 2018.

Apesar disso, há um recurso na Justiça pedindo a suspeição de Catta Preta, um notório militante de direita, que foi às ruas em 2016 para protestar contra o governo Dilma e suspendeu, em abril daquele ano, a posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil.

“Tal qual Sérgio Moro, o juiz Catta Preta é reconhecidamente um militante de direita, contrário a Dilma e ao PT, e deveria ter se declarado impedido de analisar o caso, porque está comprometido e é parcial”, critica Edva Aguilar, que lidera a ação popular, junto com outros ativistas.

Entre aqueles que subscrevem a ação estão o jurista Fábio Konder Comparato, o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stédile, e o cantor e compositor Chico Buarque, além da presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR) e do próprio Lula

Não se pode normalizar o golpe

A ação busca a declaração de nulidade do processo de impedimento e consequente deposição de Dilma. E requer ainda que sejam invalidados todos os atos praticados por Michel Temer, incluindo a Lei do Teto dos Gastos Públicos. “A gente não pode normalizar o golpe porque isso é abrir caminho para irmos direto para novos anos de chumbo”, aponta o advogado Alexandre Flach, que assina a ação popular.

Na decisão em que decreta extinta a ação, Catta Preta aponta que o processo de impedimento transitou em julgado e foi impugnado perante o próprio Supremo Tribunal Federal, que reconheceu a validade da deposição. “Esta ação perdeu o objeto. A História sepultou a pretensão”, aponta o juiz federal, que sequer analisou o mérito da ação.

“O golpe tem de ser anulado porque não houve crime de responsabilidade”, aponta Edva, que é enfermeira aposentada. “O impeachment tem de ser anulado mesmo que Dilma estivesse morta, para que possamos colocar sub judice todas as medidas tomadas pelo governo golpista, sem consulta à população”. Segundo os advogados da ação, o juiz que analisou o caso é claramente suspeito. “Ele foi um orgulhoso militante do movimento ‘Fora Dilma’ e responsável pela suspensão da posse do ex-presidente Lula como Ministro da Casa Civil’, critica.

(Da Redação ao Blog Neto Gaia)

Seguidores do PT:

BLOG DO IVONALDO FILHO: Luciano Duque de Serra Talhada é assediado ...
A imagem pode conter: 1 pessoa
Marília Arraes diz que sofre 'ataque especulativo' e Luciano Duque ...
Márcia vai ao encontro de Lula e do PT em Recife – Farol de ...
Crise no PT em Pernambuco é superada e Marília será candidata a ...
Márcia vai ao encontro de Lula e do PT em Recife – Farol de ...
Marília Arraes cumpre agenda de pré-camapnha em Serra Talhada ...
Márcia Conrado vai ao encontro de Lula e do PT em Recife » Blog do ...
Duque bate no PSB e diz que vai eleger Marília – Farol de Notícias ...
Sinézio Rodrigues participa de vigília ao ex-presidente Lula ...
Neto Gaia – Página: 35 – Com a edição do Meio-dia | Em foco com ...
Doriel Barros é o candidato da CNB à presidência do PT/PE – Blog ...
Odacy e Dulcicleide empolgam petrolinenses na primeira 'Carreata ...
Doriel Barros será o novo presidente do PT de Pernambuco
O PT de Pernambuco numa hora decisiva, É Candidatura Própria ou ...
Candidatura de Marília Arraes é aprovada em encontro do PT de ...

(TODAS ÁS FOTOS DE CORTESIA)

Homem é Executado em plena Luz do dia ‘no Sertão do São Francisco’

Um motorista foi  executado na manhã desta terça-feira (11), no cruzamento da Av. da Integração que dá acesso  ao bairro Areia Branca, em Petrolina (PE)

De acordo com populares, três homens desceram de um carro pálio vermelho e fizeram vários disparos de arma de fogo contra a vítima que aguardava no semáforo.

A reportagem do Blog Edenevaldo Alves conseguiu apurar que havia uma mulher no banco do passageiro, e que  ela não foi atingida pelos disparos.

A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência e o local está sendo isolado para a perícia. O caso deve ser investigado.

Matéria atualizada 16:28

(Fonte: Blog Edenevaldo Alves ao Blog Neto Gaia)

Convenções partidárias serão realizadas de 31 de Agosto a 16 de Setembro

Com a promulgação da Emenda Constitucional que adiou as eleições municipais deste ano, todos os prazos eleitorais previstos para o mês de julho foram prorrogados por 42 dias, proporcionalmente ao adiamento da votação. Assim, as convenções partidárias para a escolha de candidatos, que aconteceriam de 20 de julho a 5 de agosto, serão realizadas no período de 31 de agosto a 16 de setembro. Inclusive, para atender às recomendações médicas e sanitárias impostas pelo cenário de pandemia provocada pelo novo coronavírus, os partidos políticos poderão realizar suas convenções em formato virtual para a escolha de candidatos e formação de coligações majoritárias, bem como para a definição dos critérios de distribuição dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC). Entretanto, as legendas devem garantir ampla publicidade, a todos os seus filiados, das datas e medidas que serão adotadas.

PUBLICIDADE: Prefeito de Serra Talhada COM pré-candidata “no Sertão Pernambucano”

O advogado eleitoral Antonio Ribeiro Júnior, do GCFH Advogados, ressalta que o que mudou com a PEC 107/2020 foi, realmente, a data e a possibilidade de realização por meio virtual. No entanto, ele pondera que essas alterações “buscam preservar o máximo as regras do jogo que já estavam postas” e que elas “apenas facultam ou possibilitam meios outros para permitir a realização” da eleição. 

Com isso, as agremiações terão autonomia para utilizar as ferramentas tecnológicas que entenderem mais adequadas para as convenções virtuais, desde que obedeçam aos prazos aplicáveis nas Eleições 2020 e às regras gerais da Lei das Eleições e da Resolução TSE nº 23.609/2019, com as adaptações previstas quanto à abertura do livro-ata, registro de dados, lista de presença e respectivas assinaturas.

Para Riberto Júnior, “o problema da convenção virtual está no interior, no Sertão, onde a tecnologia é precária. A dificuldade está nas pequenas cidades, no acesso a esse momento de celebração intrapartidária”. Ele acrescenta, ainda, que percebe um interesse da grande maioria  dos atores politicos em realizar o ato presencial. “Querem estimular a militância a estar presente na rua, mas não sabe como estaremos no final de agosto (em relação à crise sanitária)”, explica. 

Resolução

A Resolução TSE nº 23.623/2019 estabelece as formas de compatibilizar a realização das convenções por meio virtual com as exigências legais e regulamentares que permitem validar a veracidade das informações inseridas nas atas. Entre outros pontos, o documento estabelece que o módulo externo do Sistema de Candidaturas (CANDex) funcionará como livro-ata da convenção virtual, registrando-se diretamente na ferramenta as informações relativas à ata e à lista dos presentes.

O partido que já dispõe de livro aberto e rubricado pela Justiça Eleitoral pode, a seu critério, utilizá-lo para registrar a ata da convenção e a lista de presença. As informações serão posteriormente inseridas no sistema CANDex. A lista de presença poderá ser registrada por diversos meios: assinatura eletrônica, registro de áudio e vídeo, coleta presencial, ou qualquer outro mecanismo que possibilite a efetiva identificação dos participantes e sua anuência com o conteúdo da ata. No caso da coleta presencial, devem ser observadas as leis e as regras sanitárias previstas na respectiva localidade.

Posteriormente, as atas serão publicadas no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais (DivulgaCandContas), conforme determinado pela Resolução nº 23.609/2019.

Anulação

Ainda conforme a legislação, caso a convenção partidária de nível inferior se oponha às diretrizes estabelecidas pelo Diretório Nacional, nos termos do respectivo estatuto, o órgão poderá anular a deliberação e os atos dela decorrentes, assegurados o contraditório e a ampla defesa, e comunicar a decisão à Justiça Eleitoral até 30 dias após a data-limite para o registro de candidatos. Caso a anulação exija a escolha de novos candidatos, o pedido de registro poderá ser apresentado à Justiça Eleitoral nos dez dias subsequentes à anulação.

*Com informações do Tribunal Superior Eleitoral