Gonzaga Patriota se reúne com ministro Onyx👉 e solicita que carnes de bode e carneiro sejam distribuídas pelo Programa de Aquisição de Alimentos

Deputado Patriota👉 Compromisso com o Povo Pernambucano 😷

Com o objetivo de incentivar a agricultura familiar e aquecer a economia de Dormentes, capital da Caprinovinocultura, o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) se reuniu com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, na última sexta-feira (15), para fortalecer o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) no município. Segundo o parlamentar, o programa vai comprar carnes de carneiro e bode produzidas pela agricultura familiar do município, depois, destinar às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional em várias cidades do Estado.

“Dormentes é a capital da Caprinovinocultura, fruto de muito trabalho e esforço da agricultura dessa localidade, mas é importante que esse produto seja adquirido e chegue ao consumidor e o PAA faz exatamente essa ponte. Através desse programa, as carnes de bode e carneiro serão adquiridas com a parceria da prefeitura e, depois, distribuída em várias cidades. Essa ação vai movimentar a economia local, garantindo o escoamento da produção através da compra a preço justo de fornecedores”, explicou o parlamentar. 

O socialista também informou que fez uma intermediação para que a farinha produzida em Araripina e adquirida pelo PAA seja distribuída pelos municípios do Sertão do Pajeú e do Moxotó. “A farinha produzida em Araripina deste ano já foi comprada, fiz uma intermediação para levar esse produto para alguns municípios, como Itapetim, Solidão e Sertânia. Essas cidades vão receber farinha do Araripe e carne de Dormentes”, conclui Patriota.

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) possui duas finalidades básicas: promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar. Para o alcance desses dois objetivos, o Programa compra alimentos produzidos pela agricultura familiar e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional. O programa também contribui para a constituição de estoques públicos de alimentos e para a formação de estoques pelas organizações da agricultura familiar. Além disso, o Programa promove o abastecimento alimentar por meio de compras governamentais de alimentos; fortalece circuitos locais e regionais e redes de comercialização; valoriza a biodiversidade e a produção orgânica e agroecológica de alimentos; incentiva hábitos alimentares saudáveis e estimula o cooperativismo e o associativismo.

Washington reforça segurança e mais duas pessoas são presas

Em Foco…

Tropas da Guarda Nacional no exterior do Capitólio, em Washington
12/01/2021
REUTERS/Erin Scott
Tropas da Guarda Nacional no exterior do Capitólio, em Washington 12/01/2021 REUTERS/Erin ScottFoto: Reuters

(Fonte: Terra.com ao Portal Neto Gaia)

Homem carregando arma de fogo e uma mulher que se passava por policial são presos na capital americana neste final de semana.

Washington D.C teve um domingo ensolarado, frio e tranquilo, enquanto estava em andamento a gigantesca operação de segurança comparada a um país em guerra, às vésperas da cerimônia de posse do presidente eleito Joe Biden que acontece na quarta-feira, 20, duas semanas após uma multidão pró-Trump ter invadido o Capitólio.

Como medida de precaução para atos de violência no dia da posse, a cidade e as capitais americanas estão recebendo 25 mil membros da Guarda Nacional, um número maior que as tropas americanas somadas no Afeganistão, Iraque e Síria juntos. A calma do final de semana foi interrompida apenas por prisões em postos de controle de segurança montados para a cerimônia na capital americana.powered by Rubicon Project

Na manhã de domingo, um homem de 22 anos carregando uma arma de fogo, três pentes de alta capacidade e 37 cartuchos de munição não registrada foi preso perto do Capitólio.

De acordo com o Departamento de Polícia Metropolitana de Washington D.C., Guy Berry de Gordonsville, do Estado da Virgínia, caminhava pela Avenida Massachusetts NE com uma Glock 22 “claramente visível em um coldre”.

Os policiais que o pararam “concluíram” que ele não tinha permissão para portar uma arma na cidade, segundo relatório policial. Berry foi preso por portar uma pistola sem licença, posse de um dispositivo de alimentação de munição de grande capacidade e munição não registrada.

No sábado, 16, uma mulher identificada como Linda MaGovern, de 63 anos, de Stratford, Connecticut, que alegava ser policial e funcionária do gabinete presidencial foi detida em um posto de controle de posse, de acordo com a Polícia do Capitólio dos EUA. Segundo relatório policial, Linda foi presa por se passar por policial, além de deixar de obedecer e fugir das autoridades.

Estado de alerta.

Um boletim conjunto de inteligência do governo dos Estados Unidos, divulgado na quinta-feira passada sobre o ataque de 6 de janeiro no Capitólio, ressaltou o objetivo do ataque de interromper a certificação da vitória de Biden, conferindo a extremistas de diferentes matizes ideológicos uma maneira de se conectarem.

O boletim ainda advertiu que a insurreição “muito provavelmente é parte de uma tendência contínua em que (extremistas) exploram protestos, comícios e manifestações legais e outras reuniões para realizar violência ideologicamente motivada e atividades criminosas”.

Em entrevista à rede de TV CNN, oficiais da Defesa afirmaram que a Guarda Nacional e a polícia esperam que explosivos como bombas e coquetéis molotov sejam usados em protestos no período que antecede a cerimônia na Casa Branca.

Ainda de acordo com esses oficiais, perpetradores virão com alta “agressão”. Sobre as ameaças de extremistas, um oficial sênior do Departamento da Defesa destacou que as “intenções são muito sérias”.

Em uma coletiva de imprensa na quinta-feira sobre a segurança da posse, o diretor do FBI, Christopher Wray, disse: “Nossa postura é agressiva. Vai permanecer assim até lá”. Wray acrescentou que a agência está monitorando conversas online “extensas” sobre protestos armados. Na semana passada, o FBI advertiu sobre a possibilidade de ataques acontecerem em todas as 50 capitais do país.

Veja também:

COMPARTILHEINCORPORELINK0:004:08Coronavírus, 1 ano depois: de ‘pneumonia desconhecida’ a quase 2 milhões de mortos

MUNDO

TV

Número de mortos após terremoto na Indonésia sobe para 73

(Fonte: G1 ao Portal Neto Gaia | 17/01/2021 12h 5)

Terremoto na Indonésia — Foto: Sigid Kurniawan/Antara Foto via REUTERS

Terremoto na Indonésia — Foto: Sigid Kurniawan/Antara Foto via REUTERS

Mais de 800 pessoas ficaram feridas e quase 27 mil tiveram que deixar suas casas.

SEGUI APÓS PUBLICIDADE: EM SANTA MARIA DA BOA VISTA ‘SERTÃO PERNAMBUCANO’ 🌎 Prefeito George Duarte vice ✍️ Dra. Elivânia

(Juntos ✌️ Somos Mais Fortes 👏)

Pelo menos 73 pessoas morreram no terremoto que atingiu a província de Sulawesi, na Indonésia, na última sexta-feira (15), de acordo com informações divulgadas neste domingo (17) pela agência de mitigação de desastres (BNPB).

Mais de 800 pessoas ficaram feridas e quase 27 mil tiveram que deixar suas casas após o tremor de magnitude 6,2, disse o porta-voz do BNPB, Raditya Jati. Alguns buscaram abrigo nas montanhas, enquanto outros foram para centros de evacuação.

Policiais e militares estão trabalhando para reprimir saques em várias partes do país, acrescentou Jati.

Dwikorita Karnawati, chefe da agência meteorológica, climatológica e geofísica da Indonésia (BMKG), disse que outro tremor na região poderia provocar um tsunami.

A Indonésia é regularmente atingida por terremotos. Em 2018, um abalo de magnitude 6,2 gerou um tsunami que devastou a cidade de Palu, em Sulawesi, matando milhares.

Prédio do governo ficou destruído no oeste da ilha de Sulawesi, na Indonésia, após terremoto. — Foto: Abdi Latief/AP Photo

Mais tragédias

Inundações nas províncias de Sulawesi do Norte e Kalimantan do Sul mataram pelo menos 10 pessoas este mês. Já na província de Java Ocidental, deslizamentos de terra deixaram 29 mortos, segundo as autoridades.

Em 9 de janeiro, um avião da Sriwijaya Air caiu e matou as 62 pessoas que estavam a bordo.

VÍDEOS: Notícias internacionais

200 vídeos

Caravana com milhares de migrantes hondurenhos viajam a pé com destino aos EUA

TOPO

Fonte: France Presse ao Portal Neto Gaia (17/01/2021 11h 22)  

Imigrantes hondurenhos caminham ao longo de uma estrada em Camotan, Guatemala, rumo aos EUA. — Foto: Johan Ordonez/AFP

Imigrantes hondurenhos caminham ao longo de uma estrada em Camotan, Guatemala, rumo aos EUA. — Foto: Johan Ordonez/AFP

Parte do grupo entrou na Guatemala, enquanto centenas já foram devolvidos à fronteira. Caravana tenta chegar ao México, que já enviou policiais para sua fronteira.

Milhares de migrantes que viajam a pé de Honduras aos Estados Unidos, na esperança de que o governo de Joe Biden os deixe entrar, continuavam presos neste sábado (16) no leste da Guatemala após serem interrompidos por policiais e militares, enquanto centenas deles já foram devolvidos à fronteira.

Após entrar na Guatemala entre sexta-feira e sábado, os migrantes passaram a noite dispersos no departamento de Chiquimula, fronteira com Honduras, muitos à beira da estrada, após um dia marcado por intensos enfrentamentos com as forças de segurança, e onde avançaram apenas 50 km.

SEGUI APÓS PUBLICIDADE: Serra Talhada 🌵 Serão Pernambucano entregue em boas mãos 🚗

SEGUE 👉

A caravana tenta chegar ao México, que já enviou policiais para sua fronteira. Cerca de 9 mil migrantes tentaram entrar inicialmente no país, segundo a estimativa preliminar das autoridades.

A decisão de não enfrentar os migrantes, segundo um policial, foi tomada ao constatar que no grupo havia muitas famílias com menores de idade. Usar gás lacrimogêneo com crianças poderia ser fatal, detalhou. Os policiais não carregavam armas de fogo.

Os últimos migrantes atravessaram a fronteira de forma ordenada e sem muita resistência, e como o resto, ignoraram a exigência de apresentação de documentos e um teste negativo para Covid-19.

A Guatemala enviou caminhões e ônibus para que os migrantes retornassem para Honduras e, segundo o último relatório da Migração, cerca de mil deles já foram devolvidos à fronteira, entre eles 163 crianças.

A crise após a passagem de dois furacões em novembro e a falta de empregos devido à pandemia agravaram os problemas econômicos do país, que se somaram à violência associada às gangues e ao tráfico de drogas.

“Meu sonho é chegar aos Estados Unidos, comprar minha casinha porque estou farto de viver de aluguel e de trabalhar para outras pessoas”, disse Melvin Fernández, um motorista de táxi do porto caribenho de La Ceiba, que viaja com sua esposa e três filhos de 10, 15 e 22 anos, ao lado da multidão.

Diante da situação, o governo guatemalteco lamentou a “transgressão” de sua soberania nacional. “Alguns grupos infringiram os regulamentos atuais e conseguiram passar para nosso território, violando as disposições legais.”

Em nota, pediu a Honduras que “contenha a saída em massa de seus habitantes, por meio de ações preventivas de caráter permanente”, apelo que já havia feito em outubro, quando outra caravana de cerca de 4.000 migrantes foi dissolvida na Guatemala.

Milhares de migrantes hondurenhos passaram polícia e entraram na Guatemala na sexta-feira (5). — Foto: Johan Ordonez/AFP

Milhares de migrantes hondurenhos passaram polícia e entraram na Guatemala na sexta-feira (5). — Foto: Johan Ordonez/AFP

Prefeitura de Santa Maria da Boa Vista realiza manutenção na Adutora do Garças

Santa Maria da Boa Vista sertão pernambucano👉 Vivendo um novo tempo ✌️

A Prefeitura Municipal de Santa Maria da Boa Vista realizou, na manhã desse sábado (16), manutenção na Adutora do Garças.

O sistema apresentava vazamento há alguns dias, provocando perda de vazão e danificando a estrada que dá acesso à Ilha do Saco.

“Tiramos o sábado para colocar a mão na massa e resolver de vez esse problema. Graças a Deus tudo correu bem e a Adutora já funciona corretamente”, afirmou o prefeito George Duarte.

O sistema leva água para o Rio Garças, beneficiando diversos agricultores e famílias boavistanas.

Santa Maria da Boa Vista: Adutora do Garças entra em operação após quase 20  anos inativa | Blog do Carlos Britto
(Foto: Parceria ‘com’ Blog Carlos Brito)

(Prefeito: George Rodrigues Duarte)

SERRA TALHADA: Ganha aplicativo para serviços de mototáxis e veículos

Confira em Foco 🏍️🛵🚗🚕

Serra Talhada ganha um novo aplicativo de transporte urbano, o Muber. Através da ferramenta, a população pode solicitar tanto carros quanto motos para viagens locais com qualidade, segurança e ainda será fonte de renda para muitos trabalhadores. O Muber já está disponível para download na Play Store tanto para Android quanto para iOS e já começa a funcionar neste sábado (16).

”O objetivo é trazer para a população um segmento de transporte urbano com qualidade já que as autoridades nunca olharam com outros olhos para a categoria dos mototaxistas. Esse aplicativo também vai oferecer uma segurança maior para as pessoas para que não sejam lesadas. As pessoas vão saber com quem estão andando, que é com uma empresa, somos uma empresa e vamos trazer mais segurança para a população serra-talhadense. A expectativa é a melhor possível”, explicou Ivanildo Ferraz.

TREINAMENTO E CADASTRO

No dia 18 de dezembro, o administrador do Muber promoveu uma palestra como um treinamento para os motoristas aprenderem a manusear o aplicativo. O evento aconteceu na Câmara de Vereadores de Serra Talhada e foi ministrado por George Bezerra, representante B1N, empresa de sistemas.

Os interessados em se cadastrar ao Muber devem procurar a empresa para fazer o cadastro, e esperar a aprovação do aplicativo para trabalhar com o transporte urbano em Serra Talhada, seja com carro ou moto, devem fazer um cadastro. Os requisitos básicos para se cadastrar são: não ter nenhuma pendência com a documentação do veículo, estar em dia e ter CNH da categoria.

SERVIÇO

Endereço: Francisco Olavo de Andrade, 601, S

Telefone: (87) 9 9933-1332

(Parceria de Informações: Farol de Noticias com Portal Neto Gaia)

Serra Talhada: Após reunião com secretários ✍️ Márcia Conrado diz que vai cobrar metas e resultados para capital do xaxado

Confira🖥️ Fonte do Farol de Noticias ‘&’ conclusão do Portal Neto Gaia ‘às 7h 28 deste sábado – 16)

A prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado (PT), reuniu sua equipe de secretários no Centro Administrativo, nessa sexta-feira (15), e ouviu de cada um, uma proposta mínimo de atuação para os próximos cem dias. A ideia é que a gestão passa a ter uma agenda propositiva e que avance em realizações.

Também nessa sexta-feira (15), a petista teve uma reunião online com o gerente do Banco do Brasil, o deputado federal Fernando Monteiro, a secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania, Karina Rodrigues, o secretário de Obras, Cristiano Menezes, além do ex-prefeito Luciano Duque, onde foi debatido a questão do residencial Vanete Almeida. Mais de 900 casas estão prontas, mas sendo depredadas, porque o governo federal ainda não apresentou uma solução para o problema.

Prefeito George Duarte👉 já estamos preparados para combater o coronavírus em Boa Vista

Segui orientação com o Ilustre prefeito de Santa Maria da Boa Vista 🎤 informações importantíssimas.

Confira: Material da assessoria de imprensa (Olímpio Amorim ao Portal Neto Gaia)

Na noite desta sexta (15), o nobre prefeito George Duarte, gravou uma coletiva, logo após sair de uma reunião extraordinária com secretário de saúde.

Já estamos prontos para receber as vacinas contra a Covid-19. – Agora, é aguardar a aprovação da Anvisa e a chegada do imunizante para que, imediatamente, comecemos a vacinação.

A esperança se renova, e em breve iremos superar esse momento 😷

TRF-3 indefere pedido de adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio

OFERECIMENTO👉

A imagem pode conter: texto que diz "PREFEITURA DE SANTAMARIA DABOAVISTA VISTA" É tempo de trabalho!"
(Prefeito George Duarte ✍️ Vice – Dra. Elivânia Amorim)

SEGUI 👉

(Fonte: EU estudante Enem ao Portal Neto Gaia (às 17h 20) desta sexta (15)

Para magistrado, suspensão das provas poderia levar à desestabilização da educação básica e do ensino superior. Aplicação impressa ocorrerá em 17 e 24 de janeiro

Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) indeferiu o pedido da Defensoria Pública da União (DPU) para o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), com aplicação nos próximos dois domingos: 17 e 24 de janeiro.

Na decisão, de quinta-feira (14/1), o desembargador federal Antonio Cedenho ponderou que a suspensão do exame acarretaria a desestabilização da educação básica e do ensino superior. Além disso, reforçou que a prova será aplicada seguindo as medidas sanitárias recomendadas pelas autoridades de saúde.

Ao negar o pedido, o desembargador federal lembrou que, após o primeiro adiamento, as datas de aplicação das provas foram objeto de debate político e acadêmico, mediante deliberação do Conselho Nacional de Educação (CNE), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e do Comitê Operativo de Emergência do Ministério da Educação (MEC), dos quais participam membros do corpo docente e secretários estaduais e municipais de educação.

Para Antonio Cedenho, a nova data sucedeu um planejamento de ordem pedagógica, logística, orçamentária e financeira do MEC. Segundo o magistrado, os dias do exame estão marcados há um tempo considerável, de modo que alunos foram obrigados a seguir um planejamento de estudos e de superação de adversidades que não pode ser desfeito de modo inusitado, com mais uma postergação do acesso ao ensino superior.

O magistrado destacou as medidas de biossegurança adotadas para o exame, que seguem as recomendações das autoridades de saúde: uso de máscara e álcool em gel, higienização das mesas e cadeiras, ausência de coleta de biometria, ventilação natural das salas, abertura dos portões com maior antecedência, orientação sanitária dos colaboradores e sinalizações de distanciamento.

Por fim, o desembargador lembrou que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela organização do exame, cogita novas datas para os municípios que decidirem suspender as provas em função do crescimento de mortes e infecções por covid-19.

Na terça-feira (12/1), a 12ª Vara Cível Federal de São Paulo (SP) havia indeferido o pedido de adiamento das provas. Após a decisão, a DPU ingressou com recurso no TRF-3, para que os exames não fossem feitos em janeiro, em função de novo aumento do número de mortes e infecções pelo novo coronavírus. O TRF-3 é o órgão de 2º grau da Justiça Federal que abrange os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.