SERRA TALHADA-PE: Luciano Duque reage às críticas sobre a Feira do Gado e diz que vereadores fazem ‘politicagem’

Resultado de imagem para Foto: nome politicagem

Na capital do xaxado, vereadores da base de oposição procuram imprensa da capital do xaxado com a finalidade de politicagem 👇

O céus e a terra foram feitos em 6 dias👉 porque em Serra Talhada tem que ser feito de imediato ?

O ex-prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), reagiu às críticas feitas pelos vereadores Pinheiro do São Miguel e André Terto, ambos do Avante, com relação as obras de infraestrutura da Feira do Gado, um processo que teve início ainda no final do ano passado.

Resultado de imagem para foto; pinheiro e andre terto (vereadores
(Foto: Max Rodrigues)

Durante entrevista ao programa Falando Francamente, na TV Farol, na semana passada, os oposicionistas criticaram a lentidão da obra, afirmando que o município vem perdendo muito dinheiro porque os currais não estão prontos (relembre aqui).

Neste fim de semana, em conversa com o Farol, por telefone, Duque disse que os vereadores fazem ‘politicagem’ e trabalham contra Serra Talhada com atitudes deste tipo. “Pinheiro e André Terto estão fazendo politicagem. A impressão que tenho é que Pinheiro, líder da Oposição, torce contra Serra Talhada. Fechou a Casa de Saúde Clotilde Souto Maior e defende destruir tudo que é bom para a cidade”, disse o ex-prefeito, reforçando:

“Em apenas 50 dias a prefeitura já conseguiu instalar um parque de feiras, que será nos próximos 60 dias, um dos mais modernos do interior de Pernambuco. Acho que só torce contra isso, quem não quer o bem da nossa terra. É impossível entregar no prazo que eles (Pinheiro e André) sonham. Uma obra dessa magnitude leva tempo. Ao invés de torcer contra a cidade, deviam ajudar”.

FALTA DE MADEIRA

Ainda durante a entrevista, Luciano Duque elogiou o empenho do vice-Prefeito e secretário de Agricultura, Márcio Oliveira, e revelou como encontra-se a obra, aproveitado para explicar a ausência de madeira criticada pela oposição.

“Botamos a mão na massa. Considerando 50 dias, foi entregue 18 currais bovinos, 20 de caprinos e a obra das pocilgas avançaram. Agora, o governo tomou a decisão de não fazer mais com madeira, vai usar um material reciclado e ecológico, chamado ‘balata’, que vem do Pará. A vida útil da madeira é pequena, se acaba logo. É tipo uma borracha revestida com malha de aço, isso não se acaba nunca, diferente da madeira. Por isso que demorou um pouco, porque só conseguimos em El Dourado dos Carajás. Lá no Pará, Maranhão e Tocatins, estão usando muito para os currais e nós vamos inovar”, reforçou.

VEREADORES NA CONTRAMÃO

Com a sua ‘metralhadora giratória’ afiada, Luciano Duque aconselhou aos dois parlamentares a cumprirem as promessas de campanha, e ajudar Serra Talhada, buscando apoio para a Feira do Gado junto ao governador Paulo Câmara.

“A Feira de Animais de Tabira, no Sertão do Pajeú, recebeu investimentos de R$ 1,5 milhão do estado e irá receber mais R$ 1, 5 milhão. Qual o valor que eles [Pinheiro e André Terto] conseguiram para melhorar as condições da nossa feira? A prefeita Márcia está fazendo com recursos próprio. Pinheiro devia trabalhar para cumprir a promessa que fez de asfaltar a estrada de São Miguel. O movimento na feira está igual ou maior, muita gente de fora, deixando dinheiro na economia local. Serra Talhada não dobrou o Produto Interno Bruto (PIB) por acaso. Vem criadores de várias cidades da região comercializar em nossa feira”, finalizou.

Imagem: Feira do Gado em Serra Talhada enviada por Luciano Duque.

(FONTE: FAROL DE NOTICIAS & PORTAL NETO GAIA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *