Serra Talhada: Márcia Defende quarentena Até a primeira quinzena de Abril

A secretária de Saúde de Serra Talhada, Márcia Conrado, fez um balanço das atividades do governo Luciano Duque, após uma semana de quarentena, e durante live nessa segunda-feira (30) na companhia da secretária de Educação, Marta Cristina, e do secretário-Adjunto de Saúde, Aron Lourenço, defendeu o prolongamento do isolamento social, mas ponderou que a decisão será tomada, em reunião do governo, no dia 4 de abril,

“O decreto municipal vai até o dia 4 de abril e, neste dia, iremos sentar e ver a situação como se encontra em relação ao coronavírus no Brasil, no estado e em Serra Talhada, e só a partir desta revisão, é que podemos dizer se vamos continuar ou não com a quarentena. Pelos estudos, com outro secretários [municipais], achamos que entre os dias 14 a 18 de abril é onde o pico daquela curva de infecção acontece. Então, para que este pico não seja tão ascendente, tão exponencial, é necessário que a gente fique em casa estes dias antes do dia 14 ou 18, para a gente não se contaminar e não contaminar outras pessoas”, disse Márcia Conrado, arrematando:

“Ontem (domingo) fizemos uma semana de quarentena. Entendo a dificuldade econômica de muitas pessoas em Serra Talhada, entendo o transtorno que está sendo, mas vamos aproveitar este momento para vivermos com a nossa família”.

Um Comentário para: “Serra Talhada: Márcia Defende quarentena Até a primeira quinzena de Abril”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *