SERRA TALHADA: Duque > Alerta ás Comunidades da Capital do Xaxado ‘sobre Crimes Cometidos por Infectados’

Parceria de Informações: Farol de Notícias com Blog: Neto Gaia👆🟥👈

Durante a live do Gabinete de Crise, nessa sexta-feira (17), o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), não escondeu a preocupação com aumento dos casos do novo coronavírus no município, e após analisar as três mortes ocorridas esta semana, chamou a atenção, mais uma vez, do cuidado que as pessoas precisam ter com os idosos, cardiopatas, diabéticos e outras pessoas com comorbidades.

Na opinião do prefeito, as mortes podem aumentar se as pessoas não forem responsáveis com seus familiares, desrespeitando as regras básicas de isolamento, entre outros. Ele também rebateu, mais uma vez, a tese de um lockdown, neste momento, em Serra Talhada.

“A gente vai ter que conviver muito tempo com este vírus, enquanto não chegar uma vacina. Advogar, e aceitar, como muitos pregam,’vamos ter que fechar tudo por mais um tempo e vamos resolver o problema’, ora, não vai resolver. A gente sabe que fechamos  três meses e a própria população foi e voltou. No início, teve um índice de isolamento de 70%, depois caiu para 50%, 40%, dizer que isolamento resolve o problema, as regras de convivência, respeitando o novo normal, onde as pessoas tem que usar o álcool gel, fazer higiene das mãos, usar máscara permanentemente, conversar a distância com as pessoas, quando chegar em casa ter cuidados com os idosos”, explicou Luciano Duque.

Saiba tudo sobre o novo coronavírus e a Covid-19 | Agência Brasil

CRIMES DOS INFECTADOS

Ainda durante a live, o prefeito chamou a atenção de que possíveis infectados pelo novo coronavírus podem estar cometendo crime, caso não respeite as regras básicas de isolamento social.

“Agora, nem sempre as pessoas que estão infectadas estão cumprindo o isolamento, e é crime, você é um criminoso quando começar a circular, frequentar lugares públicos, quando não respeita um idoso e passa a conviver com ele, esta é a maior irresponsabilidade. Temos cerca de 500 casos em observação, se estes ficarem circulando, achando que é tudo normal, de 500 daqui a pouco será mil, 1.500, 2 mil, Eu peço pelos idosos, cardiopatas, diabéticos,etc. Não sejam irresponsáveis”, reforçou.

PUBLICIDADE: EM > LAGINHA DOS GAIAS


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *