RECIFE-PE: Legislativo e Judiciário assinam convênio para oferecer atendimento médico a jovens em situação de risco

Fonte: Alepe | Foto: Cortesia

Atualizado por Neto Gaia / ás 17h 46

ALEPE CUIDA – Parceria vai permitir que crianças e adolescentes em situação de liberdade assistida sejam atendidos na Superintendência de Saúde da Casa. Foto: Roberta Guimarães

Os presidentes da Assembleia Legislativa, deputado Eriberto Medeiros (PP), e do Tribunal de Justiça, desembargador Adalberto Oliveira Melo, assinaram, nesta quarta (18), um Termo de Cooperação Técnica entre o Poder Legislativo e o Poder Judiciário para criação do Programa Alepe Cuida. De acordo com o magistrado, a parceria vai garantir atendimento médico e odontológico para crianças e adolescentes que estão em situação de liberdade assistida por infrações de menor potencial ofensivo.

SEGUI APÓS PUBLICIDADE:

Os jovens são monitorados pelo Judiciário por terem cometido, por exemplo, pequenos furtos, desacato ou porque estavam com pequena quantidade de droga. “A medida tem o objetivo de reduzir o índice de violência e permite que os adolescentes tenham um futuro mínimo de cidadania”, explicou o presidente do Tribunal de Justiça. O juiz da 3ª Vara da Infância e Juventude do Recife, Paulo Brandão, explicou que muitos dos infratores estão em situação de vulnerabilidade social e precisam de atendimento médico. Ele é um dos idealizadores da iniciativa, juntamente com o primeiro-secretário da Alepe, deputado Clodoaldo Magalhães (PSB).

Segundo o parlamentar socialista, os atendimentos médicos, odontológicos e psicológicos serão prestados pela Superintendência de Saúde da Assembleia, que funciona na Avenida João de Barros, bairro da Boa Vista, Recife. “Nós vamos dar uma atenção especial ao que eles estiverem precisando”, pontuou Magalhães.

O presidente da Assembleia, Eriberto Medeiros, comemorou mais uma iniciativa conjunta dos Poderes Legislativo e Judiciário. “O objetivo é buscar dias melhores para essas pessoas que precisam de uma atenção diferenciada do Poder Público”, ressaltou.

Jovens encaminhados pela Coordenação da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça já estão recebendo atendimento de saúde desde a última terça (17), na Alepe. A iniciativa se alia ao Programa Alepe Acolhe, que oferece oportunidade de estágios na Casa Legislativa para adolescentes que aguardam adoção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *