Prefeitura de Palmas vai reduzir juros e multas para apenas 0,5% em empréstimos pelo Banco do Povo

Atualizado ás 18⏲️ 10 – desta ter, 16 | Agradecemos – ás; 119. 700 👁️ Visualizações. Conteúdo: Redação da Prefeitura de Palmas.

SEGUI APÓS PUBICIDADE 👇

Aprovada pela Câmara Municipal nesta terça, 16, medida visa facilitar ainda mais a concessão de crédito para os micro e pequenos empreendedores da Capital
A Prefeitura de Palmas continua investindo em mecanismos para apoiar o comércio e fomentar a economia da Capital e, com a aprovação do Projeto de Lei Nº 07/2021, na manhã desta terça-feira, 16, na Câmara Municipal, agora os micros e pequenos empreendedores vão pagar juros e multas de apenas 0,5% ao mês, ao contraírem empréstimos pelo Banco do Povo.

O PL aprovado no legislativo altera o Art. 5º da Lei nº 1.367, de 17 de maio de 2005, que cria o Fundo Municipal de Desenvolvimento da Economia Popular e Solidária do município de Palmas (Banco do Povo). Conforme o projeto, os juros para a concessão de novos empréstimos serão reduzidos de 1% para 0,5%. A medida visa facilitar ainda mais a concessão de crédito para os micro e pequenos empreendedores.

Para a secretária de Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem) de Palmas, Mila Jaber, o projeto representa um avanço na política pública de fomento à economia. “Tendo em vista a nossa retomada econômica, após todo um processo de pandemia, esse projeto vem para acelerar a obtenção de capital de giro pelas pequenas empresas. Uma vez capitalizadas, essas empresas podem melhorar os seus produtos, fomentar a sua estratégia de vendas, tornando-se mais competitivas”, destaca a gestora da Sedem.

Mila também ressalta que a concessão de créditos com essa taxa de juros de 0,5% tem todo um diferencial, uma vez que os bancos públicos e privados não operam com ela e também facilita a renegociação de dívidas por meio da Renegociação Fiscal (Refis).

Além da redução dos juros e multas, o prazo para o pagamento das parcelas do empréstimo também sofreu alteração, passando de 24 para 36 meses tanto para pessoas físicas, como para pessoas jurídicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *