Politica: Comitiva parlamentar visita Centro Regional de Ciências Nucleares

Fonte: Alepe | Ao Portal Neto Gaia (Foto: Cortesia) ás 08h 36

Grupo de deputados em Focos

Um grupo de deputados estaduais visitou, nessa quarta, o Centro Regional de Ciências Nucleares do Nordeste – CRCN/NE, órgão vinculado à Comissão Nacional de Energia Nuclear. A iniciativa serviu para embasar o debate a respeito da instalação de uma usina nuclear no município de Itacuruba, no Sertão de Itaparica. Os parlamentares visitaram a radiofarmácia, onde são produzidos remédios e substâncias feitos à base de radiação. A unidade está paralisada há um ano, por conta da quebra de um equipamento. Os deputados tomaram conhecimento do trabalho e da importância do setor para segmentos como o da saúde e tecnologia.

João Paulo, do PCdoB, reafirmou posição contrária à instalação de uma usina nuclear no Sertão, alertando para riscos ambientais. Mas ressaltou a importância da visita e de investimentos no segmento, especialmente em relação à área de saúde. “Eu tive a oportunidade de ver cientistas brasileiros, comprometidos com o desenvolvimento, com a tecnologia, o desenvolvimento do Brasil e do Nordeste, tive a oportunidade de ver aqui o quanto a energia nuclear pode ser produzida também essencialmente para áreas da saúde. Mas acredito que saio daqui um pouco preocupado com o desenvolvimento regional, com o desenvolvimento do Brasil”.

Para o deputado Alberto Feitosa, do Solidariedade, a visita serviu para tirar parte do temor sensacionalista que, em sua avaliação, vem marcando a discussão sobre a eventual instalação de uma usina nuclear no município de Itacuruba, no Sertão do Estado. “A gente tem que mostrar à população que desenvolvimento a gente quer. E o que a gente tem ouvido aqui é que a falta de informação leva exatamente a esse temor. E muitas vezes essa falta de informação, ela é promovida de forma sensacionalista, de forma alarmista, exatamente para que o conhecimento e as riquezas que advêm de uma instalação de uma usina nuclear no Nordeste possa possibilitar. Para se ter uma ideia, é um investimento de vinte bilhões de reais, com cerca de dez mil empregos em sua construção”.

No Museu de Ciências Nucleares da UFPE, também visitado pela comitiva, os parlamentares João Paulo, Alberto Feitosa, Antônio Fernando e Wanderson Florêncio, ambos do PSC, conversaram com a professora Helen Khoury. A especialista acenou positivamente para a proposta de uma usina nuclear no Estado. Para ela, os benefícios são muitos e os riscos, controlados. “Eu diria que esses temores são simplesmente por falta de conhecimento. Primeiro, a instalação de uma usina nuclear dessas na região nossa, ela só vai trazer benefícios. Benefícios de desenvolvimento econômico, desenvolvimento social, além de contribuir para a formação de recursos humanos. E, em termos de segurança, todo o processo da usina, ele tem seus requisitos de segurança que são totalmente controlados”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *