Passageiros reclamam da estrutura dos pontos de ônibus tecnológicos de Palmas: ‘Não melhorou nada’

Atualizado por Charles Gaia; às 22⏲️ 25 – desta qua, 18.

As estruturas foram instaladas entre 2017 e 2018. Depois de quatro anos os locais estão depredados e os equipamentos não funcionam.

Fonte; Por G1 Tocantins ao Portal Neto Gaia | 18/08/2021 21h 15 


Paradas de ônibus tecnológicas de Palmas não possui nenhum serviço funcionando

https://imasdk.googleapis.com/js/core/bridge3.475.0_pt_br.html#goog_637881774–:–/–:–

Paradas de ônibus tecnológicas de Palmas não possui nenhum serviço

funcionandohttps://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

As estruturas dos pontos de ônibus tecnológicos instalados em Palmas nos últimos anos não estão agradando a população em nada ultimamente. Os locais foram entregues com iluminação LED, captação de energia solar, tomadas e conexão wifi, mas estão depredados e os recursos prometidos não funcionam.

SEGUI APÓS PUBLICIDADE CATALIZADORA 👇

A Prefeitura de Palmas foi questionada sobre os problemas, mas ainda não se manifestou.

A técnica de enfermagem Alvenice Mota lembra que logo após a instalação as estruturas tinham acesso a internet. “Alguns pontos tinham wifi, agora não tem mais. Porquê? Falta de boa administração, né [sic]?”.

A promessa de melhorar os pontos de ônibus da capital surgiu em 2017 e a primeira estrutura foi instalada no mesmo ano. Em 2018 houve a entrega de mais 22 estruturas autossustentáveis entre as regiões sul e norte da capital.

A Prefeitura de Palmas também havia anunciado a instalação de microaspersores para amenizar a temperatura em um ponto da Arse 12 (106 Sul). Só que a única água que escorre por lá sai da irrigação da horta de uma escola que fica atrás do ponto.

A usuária do transporte público Paloma Conceição diz não notar a diferença. “Não melhorou nada, porque no ponto de ônibus não tem wifi, não tem tomada”.

Ponto de ônibus tecnológico instalado em Palmas — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Ponto de ônibus tecnológico instalado em Palmas — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A equipe da TV Anhanguera percorreu nove pontos de ônibus da região central de Palmas. Nenhum deles tinha internet ou tomada funcionando para carregar o telefone. Em alguns casos as tomadas estavam queimadas ou nem existiam.

A falta de iluminação também é um problema. Há sinais de depredação, com forro quebrado ou caindo. Sobre as placas solares não foi possível verificar a situação por estarem instaladas em cima das estruturas dos pontos.

O advogado especialista em direito administrativo, Felipe Boarin, explica que a manutenção desses espaços é responsabilidade do município, mesmo após mudanças de gestão.

“Os bens públicos precisam ser resguardados justamente porque quando eles foram contratados foi verificado naquele momento o interesse público. Daí agora sem mais nem menos há uma falta de cuidados. Esse interesse público não deixou de existir. A administração pode ser responsabilizada por essa falha, pelo mau uso do recurso que com certeza tinha um viés público. Não ter a preservação dessas estruturas é um tanto contraditório”, explicou.

Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *