Maioria do Senado encaminha requerimento ao STF para libertação de Anderson Torres: “Senador Rogério Marinho fala da importância”

BRASILIA – DF:

Líder da oposição, senador Rogério Marinho alega “questão humanitária” para visitas e libertação do ex-ministro Anderson Torres. (Foto: Divulgação/Senado Federal)🔊

Esta coluna reflete a opinião de quem a assina e não do Jornal O Sul. O Jornal O Sul adota os princípios editorias de pluralismo, apartidarismo, jornalismo crítico e independência.

Um requerimento inédito, com a força política de 42 assinaturas de senadores da República (a maioria do Senado), foi protocolado no Supremo Tribunal Federal (STF). O requerimento pede ao ministro Alexandre de Moraes, que autorize a visita ao ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal e ex-ministro da Justiça Anderson Torres na cadeia. Eles também querem que o STF aceite habeas corpus impetrado por Torres para a sua liberdade. Os parlamentares alegam ser uma “questão humanitária” a liberação da visita a Torres, preso desde 14 de janeiro por suposta omissão durante os ataques extremistas de 8 de janeiro em Brasília. Líder da oposição no Senado, Rogério Marinho (PL-RN) resumiu a situação:

“A maioria do Senado da República pede essa autorização para visitar o ex-ministro. A prisão já dura mais de 100 dias e achamos necessário que haja esse gesto de solidariedade.”

Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno do Espectro Autista

Será hoje, na Assembleia Legislativa, a instalação da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno do Espectro Autista. Presidida pela deputada estadual Eliana Bayer (Republicanos), a cerimônia acontecerá às 13 horas, no Salão Júlio de Castilhos da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

Fonte: Redação O Sul.

Atualizado por Neto Gaia, às 8h 24, deste sábado (29)

Neto Gaia

Trabalhamos com a verdade; doa em quem doe !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *