Infarto declina a vida da candidata a vice-prefeita de Poço Verde

Falece a esposa de Zeca de Celina, que disputaria as ELEIÇÕES 2020. Os primos de Zeca ‘Maria Célia e Edvaldo Gaia’ lamentaram o acontecido “a pré-candidata falecida; teria visitado Serra Talhada em distrito São João dos Gaias ‘há poucos tempo’ (inclusive: o Zeca: já tinha uma carreira política com mandatos de Vereador)

A líder política Maria Elza Nunes da Silva, conhecida como Elza de Zeca ou Dona Elza, PMN, preparava-se, nesta quarta-feira (16) à noite, para a convenção partidária que confirmaria o nome dela como candidata a vice-prefeita de Poço Verde, na chapa do atual prefeito Iggor Oliveira, PSD, quando sofreu um mal súbito e morreu. Foi levada pelos filhos ao hospital da cidade, mas já chegou morta. Provavelmente sofreu um infarto.

Pela manhã, o prefeito tinha anunciado que ela seria sua companheira de chapa: “Apresentamos como nossa pré-candidata a vice-prefeita da chapa a ser homologada hoje à noite, Dona Elza, mulher guerreira, militante da boa política, do diálogo e coração fraterno, que chega para somar e fortalecer esse time, que é composto por homem e mulheres de bem, e de coragem”.

À noite, pouco tempo depois do ocorrido, o prefeito publicou uma nota lamentando a morte da companheira de chapa:

Nenhuma descrição de foto disponível.

“Meu coração, neste momento, está dilacerado. Quando definimos o nome de Dona Elza, recentemente, senti como se tivesse encontrado uma paz, um sentimento de uma mãe me ajudando a cuidar do nosso povo. Hoje, passei momentos com ela que nunca esquecerei e vi no seu semblante o brilho de quem estava radiante com as mensagens de apoio e incentivo que estava recebendo. Peço a Deus que a ilumine, fortalecendo o meu irmão Evislan, Seu Zeca, Laininha, Binho e todos os familiares. Não consigo imaginar a dor de um dia como esse. Siga em paz Dona Elza, muito obrigado por tudo que a senhora fez e confiou a mim. Honrarei a sua memória!!! #Luto

Dona Elza residia no povoado São João, mas estava na chácara do filho, Evislan, a 5 km do centro da cidade, onde se aprontava para ir à convenção partidária. Ela estava no banheiro quando sofreu o infarto. O filho arrombou a porta e a encontrou caída.

O nome dela deve constar na ata da convenção e será substituído até o dia 26 deste mês. A morte de D. Elza provocou grande comoção até entre os adversários do prefeito Iggor.

(Marcos Cardoso, com informações de FaxAju)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *