Fogo no Bol: Grupo bolsonarista ‘300 do Poder’ vai ao Congresso após ter acampamento desmontado

Movimento que protesta contra os demais Poderes em Brasília é alvo de investigações do Ministério Público e é liderado pela militante pró-governo Sara Winter.

O grupo bolsonarista de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro que se autodenominou “300 do Brasil” acampava em áreas da Esplanada dos Ministérios há mais de 1 mês.

Eles participam da organização de atos a favor de Bolsonaro no Distrito Federal, em geral aos domingos, e comparecem à portaria do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência.

SEGUE LOGO APÓS PUBLICIDADE: EM APARECIDA DE GOIÂNIA.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

>>>

Dessa forma, agentes de fiscalização do governo do Distrito Federal desmontaram o acampamento desses apoiadores na manhã deste sábado (13.jun.2020). Havia cerca de 30 pessoas no local representando o grupo bolsonarista.

Elas vestiam roupas nas cores verde e amarela e tinham acessórios com bandeiras do Brasil. A Polícia Militar usou gás de pimenta para retirar os manifestantes que resistiam à operação.

Sendo assim, uma das organizadoras do grupo, a ativista e YouTuber Sara Giromini –conhecida como Sara Winter– usou as redes sociais para se manifestar. Ela escreveu no Twitter: “Tudo tomado à força! A Militância bolsonarista foi destruída hoje. Presidente, Reaja!”

Sara Winter@_SaraWinter

O Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha decretou hoje o FECHAMENTO DA ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS.
A ação faz parte das medidas para contenção e desmantelamento da militância bolsonarista de rua.
Vamos ver se não vou pisar na esplanada amanhã!!10,1 mil21:33 – 13 de jun. de 2020Informações e privacidade no Twitter Ads2.758 pessoas estão falando sobre isso

Alvo da PF

Winter foi alvo de operação da Polícia Federal no âmbito do inquérito que apura fake news, no dia 27 de maio. A operação foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal).

Naquela ocasião, Winter ameaçou o magistrado: “Você me aguarde, Alexandre de Moraes. O senhor nunca mais vai ter paz na vida do senhor. A gente vai infernizar a tua vida.”

Sara Winter disse numa entrevista à BBC News Brasil, publicada no dia 13 de maio, que o grupo “300 do Brasil” tinha armas em seu acampamento na Esplanada dos Ministérios. De acordo com ela, a finalidade dos armamentos era a defesa dos integrantes.

O MP-DF (Ministério Público do Distrito Federal) pediu no mesmo dia 13 de maio que houvesse busca e apreensão de eventuais armas de fogo irregulares no acampamento.

O MP também solicitou a proibição de realização de atos –já que provocavam aglomerações de milhares de pessoas num momento de pandemia. Os pedidos foram negados pela Justiça naquela ocasião.

*Com informações do Poder 360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *