Em Serra Talhada, a Secretária de Desenvolvimento Social comentou sobre a decadência do Governo Federal com o drama da fome 🍽️ mas o governo Márcia Conrado vem combatendo !

Atualizado ás 7⏲️ 40 – desta qua, 17 | Agradecemos – ás; 119. 729 👁️ Visualizações (-) Conteúdo: Farol de Noticias

A secretária de Desenvolvimento Social de Serra Talhada, Karina Rodrigues, não escondeu sua preocupação em ter que trabalhar com um ‘lençol curto’ após o corte de verbas para a Assistência Social em Serra Talhada.

Durante entrevista ao programa Falando Francamente, na TV Farol, ela falou que o drama da fome vem crescendo em Serra Talhada, mas o governo Márcia Conrado vem criando medidas para tentar dar combate, a exemplo das cozinhas comunitárias.

“O que está nos travando é a questão financeira, diante desse governo que nós estamos, os recursos federais cada vez mais em queda da assistência de 60%, mas estamos inovando e buscando desafios para continuar o nosso trabalho, Márcia tem sido de fundamental importância diante das nossas políticas de assistência social. “Hoje eu posso dizer que se fôssemos depender de recursos federais, estaríamos fechando o equipamento. Também quero agradecer a gestão passada, que era o secretário Josenildo, buscou muitos recursos diante de projetos com o Banco Santander, isso nos ajuda muito a poder trabalhar diante dos nosso equipamentos. Temos conversado muito com Márcia e estamos fazendo mágica para que nossa política não possa deixar de atender nossa população, porque é isso que elas esperam”, informou.

AUXÍLIO BRASIL

Ainda durante a entrevistam, Karina Rodrigues comentou cobre as incertezas com relação ao Auxílio Brasil, criado pelo governo federal, devido a total falta de informações sobre o assunto.

“Esse Auxílio Brasil veio, mas lhe digo com toda propriedade, ninguém, nenhum estado está entendendo, inclusive hoje (terça-feira) vou ter uma reunião às 14h com o governo do estado e com o Ministério da Cidadania e todos os secretários do estado de Pernambuco, para nos apropriarmos mais diante desse Auxílio Brasil, que ninguém está entendendo, foi lançado, mas hoje eu lhe digo que o meu Cadastro Único (CadÚnico) está lotando de pessoas querendo informações sem entender e nós como equipe também não estamos entendendo nada. Fizemos uma reunião semana passada levantando esse diálogo com o estado e o ministério, eles precisam nos orientar diante desse novo Auxílio Brasil. No meu entendimento, antes de se lançar eles deveriam ter tido uma reunião, se antecipar, tanto o governo do estado como o governo federal e explicar como seria agora as novas normativas, os novos formatos do Auxílio Brasil, isso não existiu, simplesmente foi lançado e não existiu com ninguém das secretárias do estado de Pernambuco”, lamentou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *