EM FOCO: STF autoriza transferência de Roberto Jefferson para hospital particular

Ex-deputado está internado no Complexo Penitenciário de Gericinó, no Rio de Janeiro, preso por participação em suposta milícia digital que ataca instituições democráticas

TMT – hays Martinspostado em 04/09/2021 20:27 | ao; Portal Neto Gaia – agradecemos; ás – 112.341visualizações

 (crédito: Reprodução)(crédito: Reprodução)

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou, neste sábado (4/9), que o presidente do PTB, Roberto Jefferson, deixe o Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Complexo Penitenciário de Gericinó para tratamento médico no Hospital Samaritano Barra, no Rio de Janeiro. O ex-deputado está preso desde o último dia 13, por participação em suposta milícia digital que ataca instituições democráticas.

Na decisão, Alexandre de Moraes destacou que o político continuará preso preventivamente e que ele precisará ficar com uma tornozeleira eletrônica. Além disso, Jefferson não poderá receber visitas sem autorização e não pode ter contato com os investigados nos inquéritos das Fake News e dos atos antidemocráticos. 

O presidente do PTB tem uma infecção urinária e já teve quatro tipos de câncer. Na segunda-feira (30/8), a Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou o ex-deputado por incitação ao crime, homofobia e calúnia contra o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *