Coronavírus: Governo antecipa Décimo Terceiro (13º) de aposentados em 2020

A primeira parcela do Décimo Terceiro (13º) salário de aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) será antecipado para o mês de abril deste ano. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (12/03) por um grupo interministerial criado pelo governo federal. A antecipação dos pagamentos faz parte das medidas para conter os efeitos econômicos da epidemia do coronavírus no Brasil. Ao todo, serão desembolsados R$ 23 bilhões.

Segue após publicidade:

A imagem pode conter: 2 pessoas, texto que diz "SARAIVA CRED CONVERTA LIMITE DO SEU Cartão de crédito E RECEBA DINHEIRO NA HORA PRECISANDO DE DINHEIRO? VEM PARA"
Você, aposentado pelo INSS, Orgão federal & Estadual | venha para Saraiva Cred >>> aqui, você faz seu consignado e sai com dinheiro e prêmios >>> fácil de chegar >>>> Trabalhamos com crédito pessoal para qualquer pessoa sem limite de idade saindo da padaria da Enoque Inácio de Oliveira >>>>sentido Praça Sérgio Magalhães >>>> entrando no beco dos barbeiros | penúltima loja do seu lado esquerdo, vizinho a Chofreu e Banca Confiança >>> falar com Amanda Lays no (87)996293936. (whatsapp) ou 38316999 ou com Sabrina Kelly no (87)99629-3179(whatsapp) atendemos no consignado clientes até 85 anos

>>>

O grupo liderado pelo Ministério da Economia, tem representantes das Secretarias Especiais e coordenado pelo secretário-executivo do ministério, Marcelo Guaranys.

“Neste momento crítico, mesmo diante do exíguo espaço fiscal, o ministério buscará, em conjunto com a Câmara dos Deputados e o Senado Federal, a realocação ágil de recursos orçamentários para que não falte suporte ao sistema de saúde brasileiro”, afirmou o ministério em nota.

Além da antecipação do pagamento da primeira parcela do 13º aos beneficiários do INSS, num valor estimado em 23 bilhões de reais, o grupo também decidiu suspender a exigência de prova de vida dos beneficiários do INSS por 120 dias e propôs reduzir o teto dos juros do empréstimo consignado para beneficiários do INSS e a ampliação do prazo máximo das operações.

Foi decidido ainda, junto com o Ministério da Saúde, a definição de uma lista de produtos médicos e hospitalares importados que terão preferência tarifária e a prioridade do desembaraço aduaneiro para esses produtos.

Veja mais: Como aposentados e pensionistas do INSS devem se proteger do coronavírus

Fonte: Redação Simões Filho | Online Autor: Redação


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *